domingo, 9 de janeiro de 2011

Caiu de Maduro

Chega de ser o mordomo da vovó, meu bem.
Não há uma alma sequer que sinta o mínimo de atração por alguém que empresta o carro dos pais no fim de semana e tem os bancos de trás isolados "por medo de estragar algo". Ninguém, veja bem: nin-guém quer um sujeito que possui como único mérito ser o neto mais novo, graduado em manias do lar-doce-lar e perito em promoções nos supermercados.
Contente-se com o fato de que as pessoas não acreditam mais na sua "personalidade antiquada", e suas fugas em astros, signos, zodíaco e movimentação solar para justificar sua pequenez o afundam cada vez mais: quem acredita na defesa dos fracassados?
Não quero parecer perfeito e nem exemplar (Deus me livre!), deixo isso aos que realmente fazem questão de falsear limpeza e dignidade, mas carrego em mim (talvez erroneamente, de fato) a ânsia da aceitação pessoal. Aceite-se, criança (sinta, por favor, a acidez)!
O que você acha? Que santificam os tios que emprestam jogos raros aos sobrinhos (que possuem idade mental semelhante à sua)? Acha, realmente acha, que as pessoas procuram as versões “inteligência emocional para debutantes” em alguém que passou dos trinta?
Em algum momento da sua pobre existência você chegou a pensar que os outros não percebem que o seu texto da “solteirice por opção” e o “mais um ano solteiro me fará bem” já duram dez anos?
Aliás, ninguém aprecia os programinhas à família feliz... Está certo que você já passou do tempo e está “caído”, mas não precisa apelar, amigão. Tente parecer normal, e mostrar o quão positivo pode ser o “projeto de nunca-sairei-de-casa”! Esforce-se arduamente, já que a tarefa é difícil até mesmo no papel.
E chegar às “vias de fato” não é um mérito, é uma condição. Sua futura ex-companhia não precisa saber que você é um solteiro ‘desde sempre’, que suas únicas relações se limitaram a primas e empregadas e seu trauma maior é ter ejaculação precoce!
Saiba: o mundo não cabe no seu monitor, as relações humanas não estão todas em um jogo de vídeo-game e você não encontra nada em chats na madrugada (nada além de pessoas como você, obviamente!).
Mas hoje estou de bem com a vida, então, o animo dizendo que não se sinta tão mal, talvez um psicanalista dos bons, macumba e tarja preta o tornem suficientemente arrumadinho pra poder viver sem mesada! Mas isso em uma visão positiva não é?! Do contrário, sentença de morte seria uma saída (simples... mas eficiente!).

Um comentário:

  1. Olá, encontrei o seu blog na comunidade dos blogueiros literários. E te digo uma coisa: Precisava ler algo assim hoje. Muito bom! Seguindo.
    http://ariannecarla.blogspot.com

    ResponderExcluir